Vale Gás de São Paulo passa a ser R$ 110

Valor do benefício tem aumento de 10% em cada parcela bimestral

Da Redação / Foto: Governo de São Paulo

O governador Rodrigo Garcia (PSDB) autorizou nesta terça-feira (31) o reajuste do Vale Gás para R$ 110. O reajuste de 10% no valor das parcelas bimestrais do benefício vai atender a mais de 426 mil famílias, 2 milhões de pessoas aproximadamente, já inscritas no Bolsa do Povo, que é considerado como o maior programa de assistência social e transferência de renda já implementado pelo Governo do Estado.

“A gente está aumentando os programas sociais do Estado, como o Vale Gás e outros, no limite que a lei permite porque sabemos que a vida não está fácil e precisamos ajudar quem mais precisa. Todos os programas sociais do Estado estão dentro do Bolsa do Povo.”

Rodrigo Garcia, governador

O Vale Gás é pago em três parcelas bimestrais, com o novo valor de R$ 110 aplicado de forma imediata. O aumento foi determinado por Rodrigo para deixar o valor do benefício compatível aos preços atuais dos botijões de 13 kg do gás de cozinha, conforme dados colhidos pela ANP (Agência Nacional de Petróleo).

De acordo com as informações da ANP, o botijão de gás em São Paulo tinha preço médio de 112 entre os últimos dias 15 e 21. Em julho de 2021, quando as primeiras parcelas do Vale Gás começaram a ser pagas, o valor médio do mesmo produto em São Paulo era de R$ 91.

O reajuste deve significar um impacto de R$ 21 milhões para o pagamento do Vale Gás até dezembro de 2022. O valor total investido pelo Governo de São Paulo desde o lançamento do Vale Gás, em junho de 2021, já chegou a R$ 181,2 milhões.

Deixe uma resposta