Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Seleção estreia na Copa América e dá início à ‘Era Dorival’ nesta segunda (24)

Brasil entra em campo às 22h contra a Costa Rica, iniciando a primeira “prova de fogo” de Dorival Júnior em meio a turbulência na CBF
Dorival Júnior foi apresentado como técnico da Seleção Brasileira em março de 2024 - Foto: Daniel Ramalho/AFP via Getty Images

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Nesta segunda-feira (24), às 22h, a Seleção Brasileira masculina entra em campo pela primeira vez na atual edição da Copa América, que ocorre nos Estados Unidos. O jogo, contra a Costa Rica, acontece no luxuoso SoFi Stadium, em Los Angeles, e será o primeiro oficial do técnico Dorival Júnior, que enfrenta a missão de criar uma nova identidade no time ao mesmo tempo que estabiliza os ânimos depois de pouco mais de um ano de caos na CBF.

Dos prováveis titulares desta noite, sete compuseram a equipe que entrou em campo contra a Croácia pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2022, ocasião em que foi eliminada nos pênaltis. São eles: Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos, Lucas Paquetá, Raphinha e Vinicius Jr.

Apesar do alto número de remanescentes da “Era Tite”, Dorival não conta com alguns dos principais líderes da equipe brasileira – ou o mais próximo que ela chegou a ter – nos últimos anos, como Casemiro e Neymar. O lateral-direito Danilo será o capitão do time contra a Costa Rica, pela primeira vez em jogos oficiais.

Desde que assumiu a seleção, em março deste ano, Dorival comandou a equipe canarinho em quatro amistosos, tendo vencido dois, contra Inglaterra e México, e empatado dois, contra Espanha e Estados Unidos.

O aproveitamento é melhor que o de Fernando Diniz, que não conseguiu conciliar a dupla jornada como técnico do Fluminense e estagiário da CBF e, em seis jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2026, venceu dois, empatou um – contra a Venezuela – e perdeu três, de forma consecutiva, contra Uruguai, Colômbia e Argentina.

Dorival Júnior decepciona aqueles que acreditaram na promessa de renovação e maior conexão com o torcedor brasileiro, feita em sua primeira coletiva de imprensa, mas conta com um apoio momentâneo que vem com a esperança de interromper a sequência de humilhações no cenário continental desde a última edição da Copa América, em 2021, quando o Brasil foi derrotado pela Argentina no Maracanã, ao lado de um hospital de campanha, onde brasileiros não puderam ver a derrota por estar morrendo de Covid-19.

Findado o ilusório “dinizismo” e o delírio coletivo da espera por Carlo Ancelotti, o atual bi-campeão da Copa do Brasil inicia sua jornada de forma ainda confusa àqueles que veem de fora, pregando renovação ao mesmo tempo que mantém 70% do time que vem fracassando nas últimas oportunidades que teve. Por outro lado, o ataque que conta com Rodrygo, o Rayo, e o atual melhor do mundo, Vini Jr, é daqueles que nos faz parar para assistir, mesmo a contragosto.

 

Confira as escalações:

 

Brasil:

Alisson;

Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Guilherme Arana;

João Gomes, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá;

Raphinha, Rodrygo e Vinicius Junior.

 

Costa Rica:

Sequeira;

Quiróz, Cascante, Vargas, Calvo e Mora;

Galo e Aguilera;

Zamora, Campbell (Ugalde) e Contreras.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga o Jornal LEia