São Sebastião terá testagem em massa para detecção de Covid-19

Os testes estão sendo realizados nesta sexta-feira (5), em tenda montada próximo à Secretaria de Saúde

Da Redação / Foto: Divulgação

Prefeitura de São Sebastião irá fazer testagem em massa para detecção da Covid-19, nesta sexta-feira (5), das 9h às 16h30, na Rua Prefeito Mansueto Pierotti, na altura do nº 331, ao lado da Caixa Econômica Federal, no Centro.

Realizar testes na população, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), é um dos procedimentos no enfrentamento ao coronavírus que auxiliam a identificar pessoas contaminadas, realizar o devido isolamento domiciliar dos positivados e dos seus contactantes e dar o tratamento apropriado para a recuperação de todos os pacientes.

De acordo com a secretária adjunta de Saúde, Maria Ângela Laurito de Moraes, esse teste utiliza algumas gotas de sangue do dedo da pessoa, que são postas em contato com uma fita absorvente e um reagente químico. O resultado sai em apenas 15 minutos. São Sebastião já testou 31% de sua população.

“Embora os testes rápidos não sejam recomendados como única forma de diagnóstico da doença, podemos considerá-los excelente alternativa para a triagem inicial e testagem em massa da população. Os resultados obtidos via teste rápido podem fornecer dados importantes para o entendimento e o rastreamento da infecção pelo novo coronavírus em toda a população de São Sebastião”, explica Maria Ângela.

Já o prefeito Felipe Augusto (PSDB) explicou que embora São Sebastião viva, no momento, uma situação atípica em relação aos números da ocupação dos leitos de covid-19 do estado e do Brasil, com apenas uma pessoa intubada e seis internados, a realização é muito importante para conter a transmissão, uma vez que permite orientar o isolamento do paciente positivo para coronavírus. “Nosso objetivo é preservar vidas. Faremos tudo o que for necessário diante desse desafio”, destacou o prefeito.

Até o momento, o município realizou cerca de 29 mil testes, possui mais de 5,4 mil casos confirmados, mais de 5 mil pacientes recuperados, sete óbitos e 255 pessoas em quarentena domiciliar.

Deixe uma resposta