Profissionais de saúde recebem capacitação sobre informatização da rede de Guarujá

A plataforma “Saúde Simples” já foi implantada em duas unidades: Unidade Santa Rosa e Instituto da Mulher – Casa Rosa

Da Redação / Foto: Divulgação

Transparência, agilidade no serviço e economia aos cofres públicos são metas da Prefeitura de Guarujá com a informatização da rede municipal de Saúde e a implantação do prontuário eletrônico nas unidades. Os temas foram abordados na capacitaçãopromovida para os superintendentes, gerentes de unidades, coordenadores e demais servidores públicos no Teatro Municipal Procópio Ferreira, na quinta-feira (10). O objetivo é utilizar a informatização da rede para elevar a qualidade do atendimento à população nos equipamentos de saúde.

A capacitação foi aberta pela vice-prefeita de Guarujá, Adriana Machado, servidora pública e médica da rede municipal há 16 anos, e o secretário municipal de Saúde, Giuliano Vidotto e conduzida pela empresa responsável pela plataforma Saúde Simples, que insere o prontuário eletrônico na rede.

“Sou funcionária pública e atendo na ponta, dentro da política de Atenção Básica. Com o prontuário eletrônico, vamos melhorar a qualidade do serviço público, mas com a consciência de que se trata de uma ação a médio e longo prazo porque éum processo de transição para o digital”, pontua a vice-prefeita.

O titular da pasta da Saúde ressalta que a medida resultará na redução de filas e salvará vidas. “Vivemos uma nova era na Saúde. A informatização permitirá a melhor compreensão do que ocorre na rede, a distribuição correta de medicamentos, agilidade no atendimento e economicidade”, afirmaVidotto.

Prontuário eletrônico

Duas unidades já contam com o prontuário eletrônico. No mês passado, o serviço foi implantado no Instituto da Mulher – Casa Rosa e a Unidade Mista de Saúde Santa Rosa e será ampliado, de forma gradativa, a todos equipamentos de Saúde. A medida permitirá a redução de filas e agilidade no atendimento.

Os técnicos do sistema realizaram o treinamento dos servidores públicos que atuam nas unidades. A plataforma engloba serviços como telemedicina, gestão de estoque e farmácias, agendamento de consultas online, regulação de vagas e acompanhamento de vacinas pelo aplicativo.

A plataforma Saúde Simples é integrada a sistemas de outras esferas, como o Hórus, e-SUS, e CADSUS, do Ministério da Saúde. O sistema permite mais eficiência e agilidade na coleta e transmissão de dados. A medida assegura ainda a redução de custos operacionais. A nova tecnologia atende à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e garante proteção de privacidade.

Deixe uma resposta