fbpx

Prefeitura de Bertioga e Sesc apresentam nova exposição do Forte São João

Período expositivo presencial: 4 de dezembro a 4 de abril de 2022

Da Redação / Fotos: Divulgação

O Forte São João, primeira fortaleza do Brasil e candidato a Patrimônio da Humanidade pela Unesco, reabre para visitação no dia 4 de dezembro, a partir das 14 horas, com uma exposição inédita. A nova atração é realizada por meio da parceria entre a Prefeitura e o Sesc, com o apoio do Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN). As visitas poderão ser feitas de terça a domingo, das 9 às 18 horas. A entrada é gratuita.

A exposição apresenta a história do Brasil, do Forte e também do Município através de diversos pontos de vista, aproximando os bens culturais tombados às comunidades locais contemporâneas, preservando e rememorando os registros históricos brasileiros.

O local contará com artefatos de diferentes povos indígenas locais, além de quatro máquinas cenográficas interativas divididas por temas: personagens históricos da fortaleza, recortes e textos antigos da cidade, uma máquina-jogo de pescaria – que aborda a cultura caiçara – e máquina-jogo batalha naval – que aborda técnicas de pirobalística dos canhões das fortalezas.

A curadoria é assinada por Marília Bonas, museóloga especialista em mostras históricas e atual diretora artística do Museu da Língua Portuguesa. Ela também é responsável pela exposição do Museu do Café de Santos. 

As análises e levantamentos históricos da Exposição Forte São João foram executados pelos pesquisadores Marília Ariza e Renato de Mattos; por pesquisadores da Pinacoteca de São Paulo, Luiza Giandalia e Pedro Nery; e com curadoria da filósofa e professora indígena Cristine Takuá, da Aldeia Rio Silveira, em Bertioga. A realização é do Sesc Bertioga e Prefeitura de Bertioga, com o apoio do Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (Iphan).

“O Forte São João tem grande importância histórica e cultural não apenas para Bertioga, mas para o Brasil. E em breve, será reconhecido como patrimônio mundial. Essa nova exposição em parceria com o Sesc, é um marco; vem somar à grandiosidade da fortificação, contribuindo para contar e preservar a sua história”, ressaltou o prefeito Caio Matheus.

Fortalecendo o potencial formativo da nova exposição, o projeto educativo será realizado pelo Coletivo Zebra5, que produziu um material para professores, e também com um inédito conjunto de audioguias, contemplando três tipos de narrativas: uma histórica, outra ficcional e uma para públicos com deficiência visual.

Restauração

Para receber o novo acervo, a fortaleza passou por reformas, garantindo a preservação do importante cartão-postal de Bertioga. Foram executadas diversas melhorias, entre elas, alinhamento do telhado colonial, substituição de portas e janelas, além de pintura especial à base de cal virgem, material apropriado para edificações de caráter histórico.

Os serviços foram realizados pelo Estúdio Sarasá, empresa responsável pela conservação e restauração de importantes construções históricas do país, como o Museu de Arte Sacra de São Paulo.

Além disso, os funcionários que trabalharam na reforma da fortificação passaram por capacitação para executar os reparos e a pintura, por meio de curso de Zeladoria do Patrimônio Cultural.

Forte São João

O Forte teve sua primeira estrutura levantada em 1536, ainda com outro nome, e feito em madeira. Posteriormente, entre 1551 e 1553, foi reconstruído em alvenaria, sob as ordens e plantas da coroa real portuguesa, e se estabeleceu como ponto militar para ataque e defesa da ocupação portuguesa, seja contra a população indígena tupinambá que vivia no local, ou contra outros invasores europeus. Para as populações locais, o Forte se configurou como representação de ameaça às suas sociedades e culturas, local de agressão e conflito. É do encontro entre culturas tão diversas que surge na região o povo que formaria a cidade Bertioga.

O Forte São João e a Fortaleza da Barra Grande de Guarujá representam São Paulo na candidatura seriada do Conjunto de Fortificações do Brasil a Patrimônio Mundial, que inclui 19 monumentos em dez estados do país.

A candidatura do Forte São João deve ser oficializada em 2022 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A inclusão nesta lista reconhece a importância única da fortificação para o mundo, criando um compromisso internacional para garantir a sua preservação.

Serviço

Período expositivo presencial: 4 de dezembro a 4 de abril de 2022.

Local: Forte São João de Bertioga – Av. Vicente de Carvalho, s/n – Centro.

Horários de visitação: Dia 4, a partir das 14 horas. Do dia 5 de dezembro a 4 de abril, de terça a domingo, das 9h às 18h. Não será necessário agendamento.

Curadoria: Marília Bonas

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: Livre

Para mais informações: (13) 3319-9150

Deixe uma resposta