Paciente recebe alta e bala na hora de sair do hospital

Pistoleiros invadiram o local e sentaram o dedo na vítima, que morreu ali mesmo

Da Redação / Foto: Reprodução

Dois pistoleiros que já deveriam ter informações de que Gilianderson dos Santos, 33 anos, tinha recebido alta médica do Hospital Santo Amaro, em Guarujá – onde havia dado entrada na noite de sexta-feira (22), com dois ferimentos à bala -, se dirigiram para lá na manhã de domingo (24) ‘para terminar o serviço’, assassinando a vítima a sangue frio com vários tiros.

Nas câmeras do hospital ficaram as imagens da execução brutal de Santos, que ainda estava em uma cadeira de rodas quando foi surpreendido pelos matadores, que já foram acionando as armas e mandando chumbo no paciente.

Para as várias versões do assassinato, as únicas certezas são que: Santos está morto e a violência está imperando nas cidades da Baixada Santista, atingindo índices alarmantes e com os criminosos agindo diuturnamente, não escolhendo nem hora e nem local para matar.  

A polícia ainda não tem informações que possam elucidar o paradeiro dos assassinos. Destaca-se que os dois pistoleiros que descarregaram as armas contra a vítima estavam usando capacetes.

Deixe uma resposta