O pane do WhatsApp no litoral de São Paulo

Como as pessoas que moram nas cidades onde o LEIA atua reagiram ao “apagão” das principais redes sociais nessa segunda-feira

Por Will Siqueira / Imagem: Divulgação

O fato mais comentado no Brasil (e, talvez, no mundo) na segunda-feira (4) foi a pane das três principais redes sociais, que aconteceu por volta das 12 horas, voltando a funcionar às 19 horas. Para quem não vive sem utilizar o WhatsApp, o Instagram e o Facebook foi um caos.

A reportagem conversou com moradoras de algumas cidades do litoral paulista para saber o que elas fizeram, ou como reagiram, nas mais de sete horas que ficaram sem poder utilizar as plataformas digitais.

“Ahhh! Foi bem complicado. Perdi duas reuniões de trabalho e fiquei perdida, tipo mal-acostumada e sem saber o que fazer, kkkk”, comentou Elaine Ribeiro, empresária e modelo plus size.

A empreendedora e artesã Gabi Teles disse que foi difícil ficar sem utilizar suas redes sociais, mas que tentou se virar. “Complicou bastante, até mesmo por usar para falar com clientes. Mas não foi desesperador, não. Ia tentando por outros meios.”

Para a modelo e Miss São Paulo Teen 2021, Ana Clara Santana, foi um momento curioso. “Foi uma situação interessante me deparar com certa dependência das redes sociais, sendo que elas facilitam muito a comunicação no dia a dia.”

“Fazer uma ligação ao invés de mandar uma mensagem, não é algo habitual para mim. Sem contar com o entretenimento que elas fornecem”, completou.

Deixe uma resposta