Litoral paulista recebe reforço de quase 700 guarda-vidas durante a alta temporada

Profissionais receberam treinamento do Corpo de Bombeiros

Da Redação / Foto: Divulgação

Desde a semana passada, 691 guarda-vidas estão distribuídos em municípios do Litoral Norte e Sul de São Paulo para garantir a segurança dos banhistas na alta temporada. Os profissionais, contratados pelo Estado e pelos municípios, receberam treinamento do Corpo de Bombeiros e atuarão nas megaoperações Praia-Segura e Operação Verão 2021/2022.

Os interessados se inscreveram no mês de outubro e passaram por processo seletivo, que compreendeu natação e corrida. Os selecionados passaram por simulações de ocorrências predominantes nas áreas de atuação, com aulas práticas sobre salvamentos, atividades físicas e ainda aprenderam sobre técnicas de recuperação de afogados, oceanografia e noções básicas de embarcação.

Todos os novos profissionais foram habilitados às atividades e agora atuam em apoio aos grupamentos que atendem às faixas litorâneas dos respectivos municípios e às represas, em uma jornada de 40 horas semanais até o final de março de 2022, com remuneração de R$ 1.290,66, além de benefícios como auxílios transporte e refeição.

A qualificação dos profissionais é um trabalho necessário, já que todo ano o Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMar) realiza um número significativo de salvamentos. Em 2020, 2.895 pessoas foram salvas. Neste ano, até o final de novembro foram realizados 2,3 mil salvamentos.

Após cerca de um mês de capacitação, que inclui estágios supervisionados, os candidatos se formaram no início deste mês e já distribuídos. Ao todo foram 491 Guarda-Vidas por Tempo Determinado (GVTDs) distribuídos paras as cidades de Ubatuba, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião, Bertioga, Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, Iguape, Ilha Comprida/Cananeia, além das represas de Guarapiranga e Billings.

Deixe uma resposta