Ilhabela avança na universalização do saneamento básico da cidade

Até pouco tempo, o município tinha apenas 4% de todo seu esgoto tratado

Da Redação / Foto: Divulgação

Desde o início da nova gestão, a Prefeitura de Ilhabela tem conquistado grandes avanços na busca pela universalização do saneamento básico da cidade. O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PL), destaca ações importantes que foram realizadas neste ano de 2021.

“Quando eu saí, deixei cinco estações elevatórias de esgoto prontas, que só precisavam do licenciamento. Depois de quatro anos eu voltei e as estações ainda estavam inoperantes. Assumimos a gestão este ano, ajustamos os entraves burocráticos, fizemos a manutenção dessas estações junto com a Sabesp e hoje, as cinco estações estão em pleno funcionamento, o que permitiu a ligação de mais 1500 imóveis à rede coletora de esgoto”, pontuou o prefeito.

Colucci comentou sobre o andamento da obra da nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no bairro da Feiticeira, na região sul. “Quando assumimos a gestão, finalizamos a desapropriação do local, concluímos o licenciamento, refizemos o projeto e abrimos a licitação. Hoje, a obra já começou e em 15 meses teremos uma nova estação de tratamento na cidade, que vai tratar de 7 a 9% do esgoto da cidade”.

Ainda na região sul, a obra da nova ETE está na fase de pré-licenciamento e as obras estão previstas para ter início em 2022. “Até o final de 2023, devemos tratar na ETE da Praia Grande cerca de 13% do esgoto da cidade”, declarou Colucci que aproveitou para destacar que a ETE da região central será no Perequê e que em breve será feita a desapropriação do local e início das obras.

“Estamos trabalhando intensamente para garantir os 100% da coleta e tratamento de esgoto em Ilhabela”, afirmou Colucci.

Deixe uma resposta