fbpx

Ex-deputado Roberto Jefferson é preso pela Polícia Federal

Ordem partiu do ministro Alexandre de Moraes, do STF, e faz parte do inquérito que investiga milícias digitais 

Da Redação / Foto: Valter Campanato | Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes do STF (Supremo Tribunal Federal) decretou a prisão preventiva do ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson. A acusação dá conta da participação do ex-deputado em uma organização criminosa digital montada para ataques à democracia.

O pedido de prisão partiu da própria Polícia Federal, que detectou a atuação de Roberto Jefferson em ataques aos ministros do Supremo. A PF foi até a casa do ex-parlamentar, no Rio de Janeiro, o que foi citado por sua filha, Cristiane Brasil, no Twitter. Ela reclamou que foram atrás de sua mãe, e a filha disse “seus pais não estão mais casados”.

Ainda na mesma postagem, Cristiane Brasil comentou um suposto tuíte de seu pai, com o perfil sob o pseudônimo Bob Jeff Road King.

No post foi escrito. “A Polícia Federal foi a casa de minha ex-mulher, mãe de meus filhos, com ordem de prisão contra mim e busca e apreensão. Vamos ver de onde parte essa canalhice”. Destaca-se que Roberto Jefferson estava banido da rede social.

Jefferson foi preso por volta das 9h10 na cidade de Comendados Levy Gasparian – Rio de Janeiro. Ele é um aliado ferrenho e defensor do presidente Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta