Doria prorroga Fase de Transição até o dia 15 de julho

O motivo seria os altos índices de casos, internações e o óbitos

Por Giovanna Figueiredo / Arte: Reprodução

João Doria (PSDB), anunciou hoje (23), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, a prorrogação da Fase de Transição do Plano São Paulo até o dia 15 de julho, por tanto, não há mudanças nos horários de funcionamento e capacidade dos estabelecimentos.

Nesta fase, podem funcionar estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings das 6h às 21h. O mesmo expediente é seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus. Para evitar aglomerações, a capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos liberados continua limitada em 40%.

“Devido aos índices, ainda elevados de casos, internações e óbitos por Covid-19, decidimos seguir as recomendações do Centro de Contingência da Covid-19 e prorrogar a Fase de Transição até o dia 15 de julho”, explicou Doria.

Vacina

O Governador, anunciou ainda, que até sábado, deve chegar a São Paulo vindo da China 6 mil litros do IFA (Insumo Farmacêutico) para a produção de 10 milhões de doses da Coronavac, que tem sido produzidas no país pelo Instituto Butantan. Até o 30 de setembro Instituto deverá ter entregues 100 milhões de doses da vacina ao Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta