Crea-SP realiza Operação Verão no Litoral Norte

Objetivo é fiscalizar o exercício profissional em Caraguatatuba, São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela

Da Redação / Foto: Divulgação

Entre os dias 13 e 17 de dezembro, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) realiza a força-tarefa Operação Verão, para fiscalizar o exercício profissional no Litoral Norte, nos municípios de Caraguatatuba, São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela. Com caráter orientativo e preventivo, a ação tem como objetivo garantir a presença de profissionais habilitados à frente das atividades abrangidas pelo Conselho. A cerimônia de abertura acontece nesta segunda-feira (13), às 10h, na Av. Frei Pacífico Wagner n° 489, Centro, Caraguatatuba.

Está prevista a realização de 290 diligências em serviços e obras de Engenharia, Agronomia e Geociências. A operação tem como foco estruturas temporárias e removíveis, hotéis e pousadas, obras de médio e grande porte e demandas das Comissões Auxiliares de Fiscalização (CAF). Participam da operação um total de nove agentes fiscais do Crea-SP.

De 2015 a 2021, as fiscalizações do Crea-SP aumentaram cerca de 600%. O crescimento se deve ao uso das tecnologias para apoio à fiscalização, com pesquisas e apurações remotas, antes dos agentes fiscais irem a campo e, também, à adoção do modelo das forças-tarefas em todo o Estado. Atualmente, o Crea-SP bateu 238 mil ações de fiscalização. Isso ultrapassa a meta de 200 mil, prometida no início do ano.

O Conselho é responsável por fiscalizar o exercício profissional, a fim de garantir que exista sempre um responsável técnico habilitado e registrado à frente das atividades abrangidas pelas Engenharias, Agronomia e Geociências. Para contribuir com a segurança da sociedade e dos próprios profissionais.

Sobre o Crea-SP - Instalada há 87 anos, a autarquia federal é responsável pela fiscalização, controle, orientação e aprimoramento do exercício e das atividades profissionais nas áreas da Engenharia, Agronomia e Geociências. O Crea-SP está presente nos 645 municípios do Estado, conta com cerca de 350 mil profissionais registrados e 75 mil empresas registradas.

Deixe uma resposta