fbpx

Covid-19: aumento de atendimentos preocupa a Prefeitura de Caraguatatuba

O que chama a atenção das autoridades é a faixa etária das pessoas que estão ficando internadas, sendo a maioria pacientes entre 30 e 40 anos

Da Redação / Foto: Divulgação

O aumento no número de atendimentos de pacientes confirmados para a Covid-19 nesses primeiros dias de março tem sido analisado pelas autoridades de Saúde de Caraguatatuba. Em todo o mês de fevereiro foram atendidas 6.605 pessoas, enquanto que em nove dias do mês de março este atendimento já foi de 2.715 pessoas.

A Organização Social João Marchesi, responsável pela administração das unidades de urgência e emergência na cidade, divulgou esse aumento gradativo dos atendimentos na UPA Central e na UPA Sul nas últimas semanas.

Na terceira semana de fevereiro passaram pelas UPAs Central e Sul um total de 1.591 pacientes. Já na semana seguinte, o atendimento aumentou para 1.713 pacientes.

Na primeira semana de março, que coincidiu com o retorno da Fase Vermelha pelo Governo do Estado, foram atendidas 1.992 pessoas nas UPAs.

Nesta semana, segundo dados até terça-feira (9), mais 723 munícipes foram atendidos pelos hospitais públicos. Caso a média desses dois dias permaneça, o crescimento pode ser ainda maior.

Embora a taxa de internação ainda esteja dentro dos parâmetros aceitáveis (63% de UTI e 50% de Enfermaria), a preocupação é de que os leitos municipais criados pela Prefeitura de Caraguatatuba sejam requisitados para pacientes de outras cidades e, com isso, haja aumento na taxa de internação.

Deixe uma resposta