Chuvas superam previsão e causam alagamentos em São Sebastião

Situação está sob controle da Defesa Civil, SESEP e secretarias envolvidas no Plano de Contingência

Da Redação / Foto: Divulgação

A prefeitura informou, na manhã desse domingo (20), por meio da Defesa Civil, ligada à SEGUR (Secretaria de Segurança Urbana), que o acumulado de chuva nas últimas 12 horas chegou a 294 mm, superando a previsão de um acumulado de 200 mm para o período do sábado (19) à segunda-feira (21), causando inundações, principalmente na Costa Sul. A situação está sob controle, com as equipes da prefeitura e parceiros que fazem parte do PLAMCON (Plano de Contingência da Defesa Civil) trabalhando nos incidentes decorrentes do clima.

O município não tem nenhuma pessoa ou família desalojada ou desabrigada. Há áreas alagadas. A região mais atingida foi a Costa Sul, onde houve inundações em trechos de bairros, como Baleia Verde, Barra do Sahy e Barra do Una (Vila dos Mineiros). Também ocorreram quedas de árvores na rodovia SP-055 (Rio Santos), na altura de Toque-Toque-Pequeno, com rápida liberação da pista pela prefeitura.

A Defesa Civil, a SESEP e demais secretarias e órgãos envolvidos no PLAMCON seguem monitorando todo o município e incidentes. Até a manhã deste domingo, a Defesa Civil não teve ocorrências pelo 199.

Desde ontem, a Defesa Civil do município entrou em estado de atenção, devido ao alerta de chuvas intensas na região, que permanecem e devem elevar ainda mais  o acumulado.

O Fundo Social de Solidariedade e a SEDES (Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social) também estão a postos para atender solicitações das demais equipes do PLAMCON.

A força de salvamento reforça para que a população fique atenta a áreas de risco, pois a previsão de acumulados elevados nos próximos dias pode tornar o solo muito úmido e propiciar deslizamentos, desabamentos, alagamentos, quedas de árvores e desabamentos de muros.

A administração municipal orienta à população que mantenha atenção à topografia do solo e, caso repare deslocamento de terra ou possível desastre, deixe o local de risco e entre em contato pelo 199.

Outros telefones de emergência são: Polícia Municipal, 153; Polícia Militar, 190; Samu, 192; e Corpo de Bombeiros, 193.

Deixe uma resposta